segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Casos de dengue em Ijuí acendem alerta no Estado

Foram confirmados por laboratório do Estado sete casos da doença, que não era contraída em território gaúcho desde 2007

Fonte: Site Zero Hora - 22 de fevereiro de 2010.
Começa hoje uma força-tarefa que tentará deter um surto de dengue em Ijuí. De 11 casos suspeitos analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), sete foram confirmados.
 
O Rio Grande do Sul não registrava casos autóctones – que se originaram no Estado – desde 2007 quando houve um situação similar em Giruá, na região Norte.
 
Os resultados dos exames são preliminares, mas o secretário estadual de saúde, Osmar Terra, classificou o caso como surto epidêmico. O Ministério da Saúde já foi notificado. Na luta para evitar a propagação da doença, bombas costais e unidades de pulverização pesada serão encaminhadas ao município, além de 20 técnicos da secretaria. O objetivo é mapear a situação e iniciar a ação contra o mosquito transmissor da enfermidade, o Aedes aegypt.
 
Em 2007, quando houve o surto em Giruá, somaram-se 268 casos autóctones no Rio Grande do Sul. Em 2008 e 2009 não foram registrados nenhum. Na terça-feira, Terra reúnirá em Porto Alegre prefeitos e secretários das 53 municípios em que há foco do mosquito para estabelecer medidas preventivas.
 
A força-tarefa deve ser semelhante à de Giruá, somando ações da prefeitura, Defesa Civil, Brigada Militar e Secretaria Estadual de Saúde. Segundo o secretário, todas as casas deverão ser visitadas e dedetizadas por agentes. A limpeza urbana deve ser intensificada e serão instaladas armadilhas para o mosquito nas BRs e próximo a postos de gasolina. As armadilhas, pneus com água constantemente analisados pelas equipes de prevenção, pretendem controlar a chegada do mosquito a regiões vizinhas. Segundo Terra, é comum a transmissão para as cidades ocorrer por meio dos veículos que circulam nas estradas.
 
O resultado dos exames definitivos, feitos no Laboratório Adolfo Lutz em São Paulo, deve sair apenas amanhã. No entanto, Terra acredita que o surto pode ser maior do que o de 2007.
 
– É um alerta para o Estado – diz o secretário.
 
Os municípios que têm ou tiveram foco do mosquito nos últimos 12 meses também terão ações preventivas. Para Terra, a preocupação deve ser maior nessas cidades e na região Noroeste. O Ministério da Saúde confirmou no último dia 18 que cinco Estados estão em situação de epidemia de dengue. São eles: Acre, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Roraima.
 
Os doentes se recuperam em casa.
Entrevista: “Esse surto deve ser maior”
 
Em abril de 2007, um surto de dengue em Giruá, região Norte, assustou o Rio Grande do Sul. Na entrevista a seguir, o secretário estadual da Saúde, Osmar Terra, conta que atitudes foram tomadas na época e quais são as perspectivas para o surto na cidade de Ijuí.
 
Zero Hora – Como foi combatido o surto que ocorreu em abril de 2007 no município de Giruá?
 
Osmar Terra – Foi feita uma força-tarefa entre o Estado, Giruá e os municípios da região afetada. Várias áreas estavam envolvidas, a Brigada Militar, a Defesa Civil e uma equipe da Secretaria de Saúde, incluindo agentes de saúde da família. Foi um grande mutirão. A prefeitura mobilizou toda a infraestrutura necessária, principalmente para a limpeza urbana, que é muito importante. O foco do mosquito, na maioria das vezes, se dá no lixo que fica nas ruas e nos quintais. Em alguns casos, é preciso aterrar locais alagados, além de reforçar o cuidado nos cemitérios, nas borracharias e nos ferros-velhos. Com uma autorização de um juiz da cidade, também se conseguiu entrar nas casas que estavam fechadas para realizar a limpeza e a dedetização. Foi um grande esforço coletivo.
 
Zero Hora – O que deve ser feito em Ijuí?
 
Terra – Conversei com o prefeito, e ele deve coordenar em nível local. Deve-se mobilizar todas as secretarias do município mais a Defesa Civil. Está havendo uma conjugação de forças para ajudar. Espera-se fazer outro grande mutirão com a participação dos municípios vizinhos. Haverá também divulgação na TV e no rádio. É importante salientar que, diferentemente da gripe A, que passa de pessoa para pessoa, a dengue precisa do mosquito. Deve-se colocar armadilhas nas BRs e próximo a postos de gasolina para detectar se o mosquito está indo de uma cidade a outra ou não. O mais importante é fazer um grande esforço e logo, por isso não esperamos os exames definitivos. Quanto mais cedo começar, mais cedo o risco termina.
 
Zero Hora – Quais são as expectativas desse surto em relação ao que aconteceu em Giruá em 2007?
 
Terra – Acredito que esse surto deva ser maior porque a população é superior. Em Giruá, eram cerca de 20 mil habitantes e em Ijuí são quase 100 mil. A cidade também tem uma economia mais ativa, o que pode colaborar para propagar o surto de forma mais rápida. É preciso maior empenho.
 
Zero Hora – Em 2007, acreditava-se que a proximidade com a Argentina poderia explicar o surto. Quais seriam os motivos agora?
 
Terra – Sempre que acontece um surto grande de dengue em Mato Grosso do Sul (como está ocorrendo agora), há interferência aqui. Isso se explica pelo fato de que grande parte daquele Estado foi colonizado pela população do noroeste do Rio Grande do Sul. Em 2007, o surto ocorreu depois da Semana Santa, agora depois do Carnaval. As férias e os feriados aumentam o risco, porque o intercâmbio entre as famílias permanece ativo.
A diferença
 
- Epidemia – Quando uma doença infecciosa e transmissível ocorre em uma comunidade ou região e pode se espalhar rapidamente entre as pessoas de outras regiões
 
- Surto – epidemia restrita a um espaço extremamente delimitado: quartel, colégio, bairro ou pequeno município.
 
- Pandemia – É uma epidemia que atinge grandes proporções, podendo se espalhar por um ou mais continentes ou por todo o mundo, causando inúmeras mortes ou destruindo cidades e regiões inteiras.
 
Dezenas de moradores procuram hospital
Mesmo antes da confirmação dos casos de dengue em Ijuí, a possibilidade de um surto da doença já vinha preocupando a população. No fim de semana, foi intensa a procura por atendimento no Hospital de Caridade de pessoas com sintomas semelhantes aos da enfermidade – febre, vômitos, dores no corpo e erupções cutâneas. Segundo o coordenador regional de Saúde, Erlon Beck, mais de 150 pessoas procuraram atendimento desde a noite de sexta-feira.
 
No sábado, equipes da vigilância epidemiológica de Ijuí fizeram buscas minuciosas por focos do mosquito em dois bairros do município – São Paulo e Progresso – onde reside grande parte das pessoas com suspeita de dengue. Foram encontradas larvas nos dois locais, mas ainda não há confirmação que sejam do mosquito transmissor da doença. O resultado dos exames deve ser divulgado hoje.

Prefeitura se mobiliza para caçar mosquito

Hoje pela manhã, deverão ser colocados em prática os planos para controle da disseminação da doença. O secretário municipal de Saúde, Claudiomiro Pezzetta, disse que já mobilizou as equipes.
 
– Serão duas frentes de ação. Vamos em busca do extermínio dos mosquitos, que transmitem a doença. A outra ação será a limpeza da cidade, sobretudo dos lugares com possíveis focos da dengue. Já contatei com a Secretaria de Obras, que irá ajudar nessa demanda.
 
De acordo com Pezzetta, para desafogar os plantões dos hospitais de Ijuí, a prefeitura vai oferecer uma equipe em um posto de saúde no centro da cidade para atender as pessoas com sintomas parecidos com os da dengue.
 
Hoje pela manhã, uma reunião da Coordenadoria Regional de Saúde com representantes da prefeitura deverá definir qual será esse local e o horário de atendimento da população.

Postagens Populares

Vídeos da Abrasus

Loading...

3º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2012

Abaixo, fotos do 3º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2012.



PALESTRA "TUBERCULOSE, CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS"

PALESTRA "TUBERCULOSE, CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS"

PALESTRA "FRATERNIDADE E SAÚDE PÚBLICA"

PALESTRA "FRATERNIDADE E SAÚDE PÚBLICA"

2º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2011

Abaixo, fotos do 2º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2011.

PALESTRA "CÂNCER DE MAMA: PREVENÇÃO, TRATAMENTOS E DEPOIMENTOS"

PALESTRA "CÂNCER DE MAMA: PREVENÇÃO, TRATAMENTOS E DEPOIMENTOS"

PALESTRA "FRAGILIDADE NA TERCEIRA IDADE"

PALESTRA "FRAGILIDADE NA TERCEIRA IDADE"

PALESTRA “DIABETE E SEXUALIDADE”

PALESTRA “DIABETE E SEXUALIDADE”
Evento realizado em 27 de outubro de 2011.

PALESTRA "CENTROS DE REFERÊNCIAS PARA DOENÇAS REUMATOLÓGICAS NO SISTEMA PÚBLICO"

PALESTRA "CENTROS DE REFERÊNCIAS PARA DOENÇAS REUMATOLÓGICAS NO SISTEMA PÚBLICO"
Evento realizado em 28 de setembro de 2011.

PALESTRA “HEPATITES”

PALESTRA “HEPATITES”
Evento realizado em 17 de junho de 2011.

Palestra "A Importância do Exercício Físico Para a Qualidade de Vida"

Palestra "A Importância do Exercício Físico Para a Qualidade de Vida"
Evento realizado em 7 de abril de 2011.

1º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2009-2010

Abaixo, fotos do 1º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2009-2010.

Palestra ABRASUS - O que "É" e O que "FAZ"

Palestra ABRASUS - O que "É" e O que "FAZ"
Último evento do 1º Ciclo de Palestras da ABRASUS 2009-2010, realizado em 25 de novembro de 2010.

Palestra "Atribuições da Defensoria Pública da União"

Palestra "Atribuições da Defensoria Pública da União"
Evento realizado em 30 de setembro de 2010.

Palestra "Fumo: As Razões da Abstinência"

Palestra "Fumo: As Razões da Abstinência"
Evento realizado em 5 de agosto de 2010.

Palestra "Proteja-se Contra o Câncer"

Palestra "Proteja-se Contra o Câncer"
Evento realizado em 27 de maio de 2010.

Palestra "Assistência à Saúde Mental Pelo SUS"

Palestra "Assistência à Saúde Mental Pelo SUS"
Evento realizado em 25 de março de 2010.

Palestra "Cuidadores de Idosos"

Palestra "Cuidadores de Idosos"
Evento realizado em 19 de novembro de 2009.

Mais Eventos

Abaixo, fotos de outros eventos realizados pela Abrasus e eventos que contaram com a participação da Entidade.

ABRASUS em nova sede

ABRASUS em nova sede
Evento realizado em 25 de maio de 2009.

Iara Trovão - Presidente à época - apresentando a Associação.

Entrevista com o Vereador Reginaldo Pujol.

Entrevista com Ivo Fortes - Conselheiro Suplente da ABRASUS.

ABRASUS vai a Natal - RN em dez/2008

ABRASUS vai a Natal - RN em dez/2008
Reunião com Associações congêneres no Hospital Psquiátrico Prof. Severino Lopes.

Iara Trovão - Presidente à época - apresentando a Abrasus.

Público que prestigiou o evento.

Dra. Rosane Rempel apresentando o Jurídico da Abrasus.

Presidente do Sindisaúde de Natal comentando sobre o evento.